Crônicas de Vos | A Energia de uma Celebration

Crônicas de Vos | A Energia de uma Celebration

É difícil de acreditar que já faz duas semanas que aconteceu a Star Wars Celebration. Você deve se perguntar por que eu ainda estou falando disso? Simples, essa foi a primeira vez que eu tive a oportunidade de estar lá!

Sério mesmo, ainda estou carregado com as energias que o evento trouxe e relembrando as coisas que eu vi por lá, ou mesmo encontrando ainda notícias sobre as coisas que aconteceram e, mesmo estando por lá, não consegui ver.

Vocês não têm noção de como é grande a estrutura do evento. A foto é só pra tentar demonstrar o tamanho do espaço.

Mas falando da emoção de participar do evento, vai além. No Brasil, o evento de Star Wars que talvez mais se aproxime dessa sensação é a Jedicon, realizada pelo pessoal dos Conselhos Jedi pelo Brasil. Mas mesmo assim, potencialize o que rola por aqui em mais de 10x para se ter uma ideia do que é uma Celebration.

Aliás, é difícil acreditar que já temos 40 anos de Star Wars. Pare e pense: são quatro gerações sendo influenciadas pelo poder e o mito de Star Wars.

A Celebration é uma festa tanto para o fã mais casual, quanto aqueles bem viciados, como alguns de nós. Eu mesmo me achava um tanto quanto casual, mas descobri nesse meio do caminho que não, sou dos fãs tipo “Hard Core”.

Onde mais você teria a oportunidade de ao menos chegar um pouco perto de George Lucas, Harrison Ford, Mark Hamill, John Williams, Kathleen Kennedy, Daisy Ridley, John Boyega, Rian Johnson, e todos que, de alguma forma, já fizeram ou fazem parte do mundo de Star Wars?

O evento é feito para todos os gostos e fãs. Os painéis foram desde os primórdios de Star Wars, nos emocionaram com a trágica perda de Carrie Fisher em uma bela homenagem feita pelo Mark Hamill, e mostraram o que está por vir nos filmes, televisão, jogos, livros, memorabilia… É tanta coisa pra absorver que deixa a gente em êxtase.

A a Celebration começou em 1999, um pouco antes do lançamento de A Ameaça Fantasma, e já teve 12 edições, sempre pelo mundo. Ela oferece tudo que você pode esperar de um evento deste tipo: todo tipo de loja e produtos à venda, cosplayers aos montes, oportunidades de conseguir autógrafos com atores, autores e muito mais.

Depois que a Disney adquiriu a Lucasfilm, o evento passou a ser palco dos maiores anúncios da franquia. Sério mesmo, a oportunidade de ver lá o trailer de The Last Jedi ir pela primeira vez ao mundo é indescritível.

No espaço temos muito o que celebrar, já que não faltam experiências legais para ver, ouvir e sentir. Porém, requer uma energia e tanto se você quiser ver todos os painéis e todas as coisas que acontecem.

Falando em painéis, tem muita coisa legal: curiosidades de bastidores, apresentações em geral, a possibilidade de ver o ouvir as celebridades, etc.

Mas não pense que tudo é maravilha não! Vamos lá, tiveram 70.000 pessoas lá dentro, então imagine  como era para tentar acessar algumas coisas. Por exemplo, para acessar a loja oficial tinha uma fila de três horas de espera (desisti de encarar). Dependendo da atração, ao menos uma hora de espera para entrar e ver o painel. Apesar da maioria dos eventos passar online, tem alguns bem interessantes que não passam ao vivo (como o painel com o pessoal que criou os efeitos de Rogue One para reviver os atores).

A cerimônia de abertura deste ano foi algo sem precedentes, tipo evento único na vida. Com o singelo título de “40 Years of Star Wars”(40 Anos de Star Wars) com “some of the saga’s brightest stars” (algumas das maiores estrelas da saga), e por mais que soubéssemos que teríamos atores da série clássica ali, ninguém estava preparado para tudo que aconteceu naquele painel.

Hayden Christensen, o próprio Anakin Skywalker, apareceu por lá pela primeira vez em 15 anos. Ele foi recebido com carinho por todos.

A todo momento éramos bombardeados por notícias animais, como a mini-série da Capitão Phasma, escrita pelo autor do Gavião Arqueiro, Kelly Thompson, que eu espero que traga a redenção para a personagem que eu achava que iria arrasar em O Despertar da Força e deixou a desejar. A série vai mostrar como ela escapou para tentar sua vingança em Os Últimos Jedi.

Tivemos também o anúncio da nova série do Darth Vader, que conta um pouco do início do vilão e como ele se consolidou como o temível Darth Vader que conhecemos.

Aí você acha que já teve emoção demais, e, quando vê, tem o painel da EA, que vem com esse trailer maravilhoso de Star Wars Battlefront II , onde poderemos ser Iden Versio, uma heroína do Império, comandante do Inferno Squad.

Além disso vamos ter o livro do Inferno Squad, para ter uma imersão ainda maior no jogo.

Ou, imagine só que tal estar lá e descobrir como foi que Boba Fett ganhou o amassado no seu capacete:

Mas, realmente, ao menos para mim, o ponto alto de emoção e força, foi poder estar lá ao vivo e ver o lançamento do trailer de “Os Ultimos Jedi” com toda a platéia fantástica que estava presente, foi uma emoção única.

Se algum dia você tiver a oportunidade de ir a uma Celebration, não pense duas vezes! Vá até lá, é um carga de energia de Star Wars Fantástica. Vale muito a pena!