O Despertar da Força | Saiba o custo e o lucro da Disney com o filme

O Despertar da Força | Saiba o custo e o lucro da Disney com o filme

Valores surpreendem

A saga Star Wars se reinaugurou nos cinemas com O Despertar da Força, sucesso de público e de crítica. O filme quebrou recordes em todo o mundo e se tornou a terceira maior bilheteria de toda a história, ficando atrás de Titanic Avatar, ambos filmes de James Cameron.

Tratado como a oportunidade de reconquistar todos os fãs antigos e conquistar novos, a Lucasfilm e Disney não pouparam esforços para criar um filme incrível e visualmente esplendido. Por isso, não economizaram dinheiro para a produção do filme.

O orçamento de um filme cobre diversos custos de produção, como o salário do roteirista, diretor, diretor de fotografia, do elenco, os custos de filmagem, efeitos visuais e o compositor. Já o marketing envolve a divulgação do filme através de trailers, produtos, entrevistas em programas, comerciais de TV, entre outros, e geralmente tem o valor de metade do orçamento da produção.

De acordo com o site The Numbers, o custo bruto do novo episódio da franquia foi de $306 milhoes de dólares e líquido de $245 milhões; segundo o Politico, cerca de $47 milhões foram subsidiados com o programa de incentivo do Reino Unido. O custo total, incluindo participações de lucro, produção e distribuição de home medias, dentre outras, é por volta de $423 milhões, apontou o The Guardian. Claro, todo filme precisa ser promovido por meio de sua campanha de marketing. Foram investidos cerca de $175 milhões de dólares em O Despertar da Força.

Chega de gastar dinheiro, né? Vamos falar da parte boa, das receitas!

Todas os analistas acreditavam que o filme faria um tremendo sucesso. Em abril de 2015, o Hollywood Reporter quebraria o recorde, tanto mundial quanto doméstico, de maior arrecadação no primeiro final de semana com $540 milhões. Quanto à arrecadação total, muitos apostavam que o Episódio VII faria bilhões de dólares.

A bilheteria final e real foi como todos previram: um enorme e arrebatador sucesso. A estreia foi um pouco aquém – se é que se pode dizer isso -, mas angariou $529 milhões mundialmente. Ao final de sua campanha, o filme arreacadou cerca de $2.058 bilhões, se tornando a terceira maior bilheteria de todos os tempos. Ainda de acordo com o The Numbers, a venda de DVD e Blu-Ray nos EUA adicionou mais $160 milhões de receita.

Mas e aí, quanto fica pra Disney?

O Deadline calculou o lucro líquido do filme em $780 milhões, sendo descontados todos os gastos, se tornando o mais lucrativo de 2015 e dos últimos sete anos. Isso dá cerca de 37.5% de toda arrecadação.