Artigo | O letreiro de abertura é um elemento fundamental em Star Wars

Artigo | O letreiro de abertura é um elemento fundamental em Star Wars

Essa semana a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, deu uma declaração que dá a entender que Rogue One não terá o famoso letreiro no começo do filme. Vejamos o que ela disse:

“A abertura e alguns desses outros elementos estão muito enraizados na saga original, nós precisamos conversar sobre o que vai identificar ou não identificar os filmes derivados fora dessa série-mãe”, revelou Kennedy à Entertainment Weekly. “Eu não posso confirmar nada ainda, mas estamos analisando isso”

Pela declaração não há nada definido ainda, pode ter ou não ter a abertura, e eles apenas querem diferenciar esses filmes derivados dos Episódios que contam a saga dos Skywalkers.

O letreiro de abertura é muito importante para os filmes de Star Wars, ele dá identidade a essa saga, além de ser capaz de arrepiar todos os fãs no cinema. Não tem como não se emocionar com o fundo todo escuro e logo após a subida do letreiro junto da música tema marcante.

há muito tempo

Cada saga tem seus elementos que dão identidade. Nos filmes da Marvel, por exemplo, é o famoso folheamento dos quadrinhos no começo.  As outras mídias de Star Wars: livros, HQ, games, em sua maioria todas têm o famoso fundo escuro e logo após o letreiro de abertura. Não importa se ele é um filme derivado, ele é um Star Wars na sua essência.  Hoje existem muitos filmes parecidos com Star Wars, e é por isso que é preciso preservar esses elementos que identificam um filme da saga. Rogue One já não vai ter a trilha de John Williams, que para mim, é um outro elemento da saga, mas espero que o novo compositor pelo menos respeite a identidade musical.

Já não temos a fanfarra da Fox, agora não poderemos ter o letreiro introdutório, o começo do filme pode soar um pouco diferente. Nas mídias sociais grande parte dos fãs parece não se importar com o texto de abertura, o que pra mim é uma pena: são essas pequenas coisas que dão charme a Star Wars.